• Mãe Maria Elise Rivas

A dor de uma guerra

Mucuiú, motumbá, kolofé, axé, saravá, salve, salve, aranauan,


Com muito pesar, vemos hoje uma guerra se instaurar envolvendo uma potência mundial.

Nós nos solidarizamos com a dor dos povos diretamente afetados pela guerra.


O diálogo é ferramenta poderosa e tem sido abandonado por quem deveria cuidar da humanidade e protegê-la.


As guerras sempre foram e são ferramentas de disputa de poder.

O ódio é a indiferença à dor humana, e a escalada de disputa de poder tomou conta do cenário mundial.


Não bastasse uma pandemia avassaladora que devastou o planeta, trazendo mortes prematuras, fome, desemprego e desesperança para milhões de pessoas, agora temos uma guerra que é o estopim de um conflito mundial iminente.


O ódio é inimigo da paz. O ódio é inimigo da subsistência humana. O ódio é devastador.


É necessário que criemos resistência a este estado de coisas com nossas orações, fazendo viver em nossas mentes, corações e ações boas vibrações. O mundo precisa de boas vibrações. O mundo está carente de vibrações de amor, paz, comiseração, compaixão e empatia.


A manutenção da paz é uma luta e depende de nossos governantes, mas também de cada um de nós, de não alimentarmos conflitos e o ódio.


Mãe Maria Elise Rivas


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mucuiú, motumbá, kolofé, axé, saravá, salve, salve, aranauan, No dia de Oxalá estamos mais uma vez pedindo suas bênçãos. Somos filhxs rebeldes e mimadxs que têm pouca consciência de nossa capacidade e