A exposição foi sediada na Pinacoteca Municipal de Itanhaém, de 7 a 30 de novembro de 2017. A exposição apresentou objetos e temas inéditos na região e retratou o cenário desde a chegada dos africanos ao Brasil, no processo diaspórico, e quais contribuições foram trazidas na formação da Cultura do povo brasileiro em seus diversos aspectos, como metalurgia, agropecuária, alimentação, medicina, arte, religiosidade, musicalidade, vestuário etc. Contou com apoio da Prefeitura Municipal de Itanhaém e com o Departamento de Cultura da cidade.

PRINCIPAIS OBJETOS E OBRAS DE ARTE EXPOSTAS - esculturas de Moçambique, os quadros do Quênia, roupas e adereços tradicionais, instrumentos musicais que deram origem ao samba, alimentos e plantas que vieram da África, e tornaram-se populares no dia a dia brasileiro.

Outro ponto forte foi a presença de um CONTADOR DE HISTÓRIAS ao longo da exposição, além de 3 Workshops realizados aos domingos, foram eles:

Dia 12/11 – 12h às 13h30 e 15h às 16h30 - O som da África em Corpos Brasileiros

Palestra e demonstração prática da Construção da musicalidade brasileira com influência africana 

Dia 19/11 – 12h às 13h30 - Na Boca do Povo – A Comida Africana na Boca do Brasileiro

Palestra e degustação de alimentos Afro-Brasileiros 

19/11 - 15h às 16h30 -  A Cor da Arte Africana


LOCAL: Pinacoteca Municipal de Itanhaém - Praça Carlos Botelho, 48 - Centro Histórico - Itanhaém.

Cadastre seu e-mail para receber nossas atualizações

Siga a OICD:

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

© 2019 Ordem Iniciática do Cruzeiro Divino - Desde 1970